sexta-feira, 27 de julho de 2018

27 de julho de 2018



 NÃO...

...posso mais adiar, escrever é a minha maior  paixão.  E estamos vivendo momentos difíceis no pais, principalmente na politica nacional,   seria omissão e conivência calar-me. E o grito já não é mais FORA TEMER, porque em dois anos ele já destruiu o que podia, sair ou ficar até janeiro, para mim já não faz diferença. O grito do momento é por uma instituição jurídica no pais, na qual possamos confiar, uma Lei que não dê margem a várias interpretações. 


DE NOVO

 O PT, no Estado, através da  candidatura de Fátima Bezerra, ao Senado,  parece que contribuirá,de novo,com a eleição de candidatos que, ideologicamente e historicamente, nada tem a ver com o Partido. 
     Depois de alianças, num passado recente,  com Wilma de Faria,Carlos Eduardo Alves, Robson Faria,  é a vez de Zenaide Maia.  Tô fora!


PAR -TI - DOS

 Partidos, embora frisem que defendem o interesse coletivo, se percebe que  não se juntam como deveriam. Veja o caso da "chamada esquerda".  Psol, PC do B,   PT cada um com seu pré candidato a presidência, lançados. O nome não poderia ser outro se não "partido", no sentido de dividido, separado, enquanto a direita, bem unida, deita e rola a muito tempo. Até chega junto para se sair bem, como o PMDB, que nunca elegeu um presidente, mas sempre esteve no poder.


PORTALEGRE

Numa confraternização, na casa do prefeito Neto da EMATER,  vereadores e aliados  manifestaram a disposição de  apoiar  a candidatura de Fátima Bezerra. Vale lembrar que ela já conta com o apoio do Prefeito, desde a sua candidatura ao Senado. Só lamento se, em função da aliança local, com o MDB,  ainda haja palanque da  Garibaldi Filho &  descendentes, no município. Seria o povo votando contra si, depois de descortinado  os bastidores  dos desvios e traições.


CONFESSO...

... que vivo a cada dia um total desencanto político e, sobretudo, jurídico no Brasil. É uma sensação de impotência e subjugação  que  tortura a gente. Até quando?






quarta-feira, 17 de agosto de 2016

É chegada a hora...

ACREDITO

   O mestre, quase doutor, em história, Thiago Dias, me telefona e fala da sua satisfação com o projeto da Casa de Câmara e Cadeia de Portalegre, uma construção, há anos abandonada, a qual marca a fundação da nossa vila, e que está sendo, finalmente,  recuperada pela Prefeitura. 
   Então, se a palavra  de contentamento vem de um  especialista em história, não há porque duvidar que atende aos nossos anseios enquanto portalegrenses defensores do seu patrimônio secular.



SONHOS

   Dentre tantos que tive ( e ainda tenho) para a terra na qual  nasci, vê  aquele prédio sair do abandono era um deles. E,  é claro, essa obra reflete  a minha admiração pela atual administração. Me sinto contemplada em dois momentos: primeiro por ter contribuído com o programa de Governo, em 2012, do atual prefeito Neto da EMATER, em cujo teor  essa recuperação era uma  proposta de Gestão, segundo, por saber que se torna real.


APRENDI...

... em 1982, com um jornalista  piauiense ( por quem  fui muitíssimo apaixonada) que: "Quem não sonha não alcança. O sonho é a trilha  do caminhar". Aí está, na prática,  a teoria que guardei como máxima.


É CHEGADA A HORA...


A última etapa do processo de impeachment começará na quinta-feira (25) e não tem prazo para acabar. A presidente afastada irá ao Senado na segunda-feira (29) para se defender das acusações e responder aos questionamentos dos senadores. Dilma já confirmou presença.
O julgamento começará com a oitiva das oito testemunhas – duas indicadas pela acusação e seis pela defesa. Os senadores estimam que cada uma levará cerca de oito horas para concluir o relato, o que indica que a sessão se estenderá pelo final de semana. “Impreterivelmente”, segundo o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, a fase de depoimento das testemunhas tem que estar encerrada a tempo de dar reinício à sessão na segunda (29), às 9h, para ouvir Dilma.
A realização de sessão no final de semana foi a grande polêmica entre os senadores pró e contra impeachment. Os defensores de Dilma pretendiam encerrar os debates todos os dias às 22h, o contrário dos aliados de Temer – dispostos a acelerar o processo e trabalhar durante o final de semana.
A maioria dos parlamentares pró-impeachment devem, inclusive, abrir mão de fazer perguntas às testemunhas para adiantar o processo. O que não é o caso dos aliados da presidente afastada. “Os 22 senadores que compõem a base de apoio de Dilma farão perguntas”, adiantou o líder da Minoria, senador Lindbergh Farias (PT).
Após o depoimento de Dilma, que deve ser o ponto alto do processo antes da votação, os senadores voltam a discutir sobre o impeachment na terça-feira às 9h. Por fim, haverá o encaminhamento de votação e os advogados de acusação e defesa voltam a defender suas teses antes da votação final – etapa em que Dilma precisa de 27 votos para seguir no poder.
Veja o cronograma do julgamento final do impeachment:
25 de agosto (quinta-feira): depoimentos de testemunhas.
26 de agosto (sexta-feira): depoimentos de testemunhas.
29 de agosto (segunda-feira): depoimento da presidente afastada Dilma Rousseff e fala dos advogados de acusação e defesa
30 de agosto (terça-feira): discussão entre senadores, encaminhamento de votação, novas falas da acusação e da defesa e votação final.

domingo, 14 de agosto de 2016

Temer: o tinhoso









  PRAZO

Termina hoje, 15, o prazo para o encaminhamento de pedidos de registros de candidaturas às eleições municipais de 02 de outubro de 2016, na Justiça Eleitoral. Por determinação do   Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os cartórios das 69 Zonas Eleitorais do Rio Grande do Norte, cinco em Natal e 64 no interior do Estado, c funcionarão em regime de plantão entre  8 e 19 horas , para atendimento dos partidos, coligações.



INACREDITÁVEL

  O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, na sessão plenária desta quarta-feira (10),   que  competência para julgar contas de prefeito é da Câmara de Vereadores,Por maioria ficou decidido que é, exclusivamente, da Câmara Municipal a tarefa, cabendo ao Tribunal de Contas auxiliar o Poder Legislativo municipal, emitindo parecer prévio e opinativo, que somente poderá ser derrubado por decisão de 2/3 dos vereadores. 
   E viva a ficha suja.


INTERESSANTE...

...nisso, é que tem Vereador que não sabe fazer uma conta, pra não dizer "um O com um círculo,  como vai saber analisar e mais emitir parecer sobre prestação de contas?
 Mais que nunca, é preciso escolher bem um parlamentar municipal, porque, mais que nunca,   os prefeitos  tentarão fazer as suas bancadas, com pessoas cada vez mais comprometidas com eles, e assim   voarão em céu de brigadeiro. 
    E, nesse país,  em termos de se fazer Justiça, de verdade, o STF tá dando um  show... 
     De vergonha.


  http://www.conversaafiada.com.br/politica/ciro-destroi-temer-em-curitiba

 Ciro: “Temer é traidor, corrupto e salafrário” 

Ciro.jpeg

   O presidenciável Ciro Gomes (PDT) disse na noite deste sábado (13), em Curitiba, que o interino Michel Temer (PMDB) é “traidor, corrupto e salafrário”.  Ciro começou a palestra no Circo da Democracia puxando um “Fora Temer” incendiando a plateia na tenda instalada em frente à escadaria da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

“O moralismo é a ferramenta dos canalhas”, disse Ciro Gomes olhando em direção ao prédio da faculdade de Direito onde leciona o juiz federal Sérgio Moro.Além de bater sem dó em Temer, o pedetista também abriu fogo contra Marina Silva (Rede) e José Serra (PSDB).

“Temer e Serra são agentes infiltrados dos EUA, segundo relatórios do Wikileaks. Eles focam agora no pré-sal”, denunciou.Quanto à Marina, Ciro criticou que ela enrola um chalezinho e disfarça falando sobre ecologia. Mas, segundo ele, defende a independência do Banco Central. Durante todo a palestra, Ciro só chamava Temer de “tinhoso” [diabo] para o delírio da plateia que o aplaudia.



sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Geoffrey Robertson: “Qualquer juiz que se sinta intimidado por petição à ONU não está apto para ser juiz”


geoffrey
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Geoffrey Robertson: “Lula tem de ser tratado de forma justa”
Em entrevista à Folha de S.Paulo, o advogado Geoffrey Robertson, um dos maiores especialistas mundiais em direitos humanos, aponta as violações de direitos da operação Lava Jato contra o ex-presidente Lula e sua família, fala sobre a suposta imparcialidade do juiz Sergio Moro e afirma que o Brasil precisa mudar a forma como lida com alegações de corrupção.
Folha - Por que o caso do ex-presidente deve ser discutido no âmbito das Nações Unidas? 
Geoffrey Robertson - Qualquer país se beneficia quando suas leis e procedimentos estão sujeitos ao escrutínio internacional para que atendam aos padrões internacionais de direitos humanos.
O Reino Unido certamente se beneficiou por suas leis terem sido reformadas pela Corte Europeia de Direitos Humanos, assim como Portugal. O Brasil herdou o sistema português antes da reforma, e o Comitê pode apontar onde é preciso mudar para torná-lo mais justo e eficaz.
Que provas de violações de direitos humanos vocês têm?
A petição aponta seis formas pelas quais Lula e sua família sofreram violações. Um exemplo: a divulgação para a imprensa do áudio de conversas privadas. Isso nunca aconteceria na Europa. Depois, há a questão da prisão preventiva usada contra réus da Lava Jato, que são mantidos presos até confessarem. Grupos de defesa dos direitos humanos têm criticado o Brasil e outros países latinoamericanos pelo o abuso de prisões preventivas quando não há risco de fuga.
Além disso, há o papel da imprensa em ajudar os promotores, a fim de prejudicar os réus antes do julgamento, com imagens e bonecos de Lula com uniforme de prisioneiro. É fundamental que o réu tenha o direito de ser julgado por um juiz imparcial, que não esteja envolvido em ações da polícia ou do Ministério Público contra ele.
Um dos argumentos da defesa é que o advogado do ex-presidente Lula foi grampeado. Mas o juiz Moro disse que Roberto Teixeira foi gravado por ser alvo direto de investigação. Isso pode fazer com que o argumento da defesa seja rejeitado pelo Comitê?
Acho que vai além isso, porque as conversas foram divulgadas para a imprensa e a Ordem dos Advogados do Brasil condenou a gravação. Mas isso é um caso para o Comitê avaliar.
Na última semana, Lula tornou-se réu por tentativa de obstrução da Operação Lava Jato. Qual deve ser o impacto dessa decisão sobre a análise pelo Comitê da ONU?
Isso não tem impacto sobre as questões submetidas à apreciação do Comitê. É um caso diferente.
O que o ex-presidente pretende ao recorrer à ONU?
Só posso falar por mim. Embora Lula não esteja de nenhuma forma acima da lei, ele deve, como qualquer cidadão, ser tratado de forma justa.
Espero que a discussão sobre a petição leve as pessoas a pensarem em como lidar adequadamente com as alegações de corrupção. A maneira apropriada foi encontrada por Hong Kong, Cingapura e Sidney, entre outros,por meio da criação de uma comissão independente contra a corrupção, com todos os poderes de investigação necessários, mas com um comitê de supervisão para garantir que a comissão aja de forma justa. Quando as provas são recolhidas, a comissão as entrega para promotores independentes, que levam o suspeito a julgamento perante um juiz que não teve envolvimento com a investigação.
Este é o caminho a ser seguido, e espero que a petição mostre a parlamentares no Brasil que o sistema atual deve ser reformado.
A Associação dos Magistrados Brasileiros afirma que a petição é uma tentativa de intimidar a atividade de juízes brasileiros. Há a tentativa de pressionar os juízes envolvidos no caso?
Esta é uma crítica absurda, e é triste que uma associação de magistrados reaja de maneira tão defensiva. Eles deveriam acolher a discussão sobre seus procedimentos. O que eles têm a esconder? Sergio Moro debate e fala ao Parlamento sobre formas de combater a corrupção, então ele deveria estar disposto a discutir sobre como tornar essas formas justas e efetivas. Ele é um grande admirador da Operação Mãos Limpas, na Itália, mas muitos advogados italianos acreditam que ela foi um desastre. Quanto à alegação infantil de intimidação, qualquer juiz que se sinta intimidado por uma petição levada à ONU não está apto para ser um juiz.
O processo no Comitê pode levar anos. Considerando-se que Lula já é réu, não é possível que a decisão do Comitê chegue muito tarde?
Se admitir a petição, o Comitê dará ao Brasil seis meses para responder e dará seu parecer em um ano. É improvável que seja demorado.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Segunda-feira,08 de agosto de 2016


Humberto Costa vai ao STF contra Temer





CENSURA


     Algumas notas de jornais e  vídeos denunciam a censura exercida sob  as pessoas que tentam expressar, sobretudo com cartazes, o descontentamento com o Governo interino, e estão  circulando na internet. 
 Pelo visto  o senhor  Michel Temer (PMDB)  busca de todas as maneiras evitar que mundo veja a insatisfação nacional ao  Golpe ( ou impeachment, como chamam os aliados dele)  que acontece no Brasil, usando inclusive a polícia para deter as pessoas.
    E para os que defendiam a volta da ditadura militar creio que com essas imagens  eles possam   comemorar, pois embora o governo seja civil, o comportamento é de ditador  militar  que proibia a liberdade de expressão (tudo como num passado recente).


E...

...por falar em Temer,  a televisão italiana mostrou o que as tevês brasileiras minimizaram; a vaia que ele sofreu quando da sua fala de abertura dos jogos. É só clicar.



PREVISÃO

  A casa de Câmara e Cadeia de Portalegre,  depois de inúmeras promessas do Governo do Estado, leia-se Wilma de Faria e Rosalba Ciarlini, finalmente está sendo "restaurada", e pela Prefeitura.

 Infelizmente, não tivemos do poder público estadual qualquer compromisso com esse precioso patrimônio, tanto que ele foi devolvido ao município, conforme previa o contrato de doação ao Estado, se no período estipulado nada fosse feito. E, em sendo assim,recebido de volta e  na primeira quinzena de setembro  deve ser inaugurada.

DIFERENÇA

  A população precisa se apropriar da história do Brasil, e, particularmente, da fundação da Vila de Portalegre  e  assim não confundir Casa de Câmara e Cadeia com Casa de Cultura. São duas coisas totalmente diferentes.


CONCEITO

  A descrição mais comum sobre o que é uma casa de Câmara e Cadeira, é  de   um edifício no período do Brasil colônia e parte do período imperial onde se instalavam os órgãos da administração pública. Elas eram comuns em diversas cidades brasileiras. No RN somos um dos poucos municípios  que guarda uma edificação com essa importância histórica.



LEMBRANÇA

 A minha geração  ainda guarda na memória  o tempo em que a  administração de Portalegre funcionava naquele prédio. O último prefeito a exercer  todo o mandato lá, foi Juraci Albuquerque. 
  O prefeito Wilson Rêgo, eleito em  72, construiu a "nova" prefeitura e inaugurou no dia 22 de fevereiro de 1975, concluindo, obviamente, o seu mandato  no prédio que ainda serve ao Executivo.


E POR ...

... falar em  Prefeitura,  depois de 41 anos Portalegre terá um novo prédio para o Executivo. O elefante branco  que deveria ter sido  um hospital, deixa de existir e se torna  útil.  
  A vergonha que decorava à cidade, cuja publicação de matérias de jornais, falando dos desvios de seus recursos, gerou a essa jornalista  uma representação eleitoral, em 2012, por parte do DEM, está  transformado em Centro Administrativo.



INESQUECÍVEL

  Apaga-se,  da visão dos portalegrenses, a estrutura  inacabada e abandonada que existia, a mostra do  descaso com o dinheiro público, mas não da memória e  das páginas de jornais, das gravações de discursos, das matérias de tv,  a triste história do que que foi àquele lugar. 

COMO...

...inesquecível também é, na minha memória,  a rapidez com que Conceição Ulisses datilografava,  redigindo os documentos pertinentes ao  seu trabalho de secretária, na gestão de Juraci Albuquerque.  A lembrança da suas passagens de ida e volta  para a labuta diária, são bem presentes. 

 
E...

...memória e história são duas coisa imprescindíveis ao jornalismo, precisamos delas para a construção da informação e  para oferecer a oportunidade de não cometermos os mesmos equívocos, sobretudo por ignorância.
  






sábado, 6 de agosto de 2016

O RIO DE JANEIRO ...



...continua lindo. Olha.


NÃO...


...assisti, ontem, a abertura das Olimpíadas, no Rio de Janeiro, mas já li comentários de que a festa foi bonita e  recebi  piadas  no whatssap do tipo:  "O discurso do interino Temer foi mais rápido do que a fala do cara que diz, em anúncios de  remédios: "Esse medicamento é contra indicado  em caso de suspeita de dengue".



BRASIL...

...uma quitanda, onde um  Senador  põe a fruta ao gosto dele.





FINALMENTE...

      ...e sem muita pompa, até porque a Justiça Eleitoral não permite, o DEM de Portalegre realizou sua convenção ontem, pela manhã, e  de acordo com  o esperado, o ex-prefeito Antonino Rêgo foi o nome definido como candidato ao Executivo, tendo como companheiro de chapa o portalegrense Zé de Antonio, portanto  o vice será o mesmo da eleição de 2012.


PROVAVELMENTE..

...que poderemos ter uma disputa  mais equilibrada, haja visto que Antonino, além de ser ex-prefeito,  é simpático. 



HISTÓRIA

  Antonino Rêgo foi prefeito de Portalegre por duas vezes, a  última administração de 93 a 96 e, desde então, não  disputou mais nenhum cargo público. Teve seus direitos políticos suspensos por  um período.


IGUAL

   Antonino Rêgo não foi o único  prefeito de Portalegre a  ter os direitos políticos suspensos. Euclides Pereira, também.


EXPECTATIVA

    Acredito que a campanha eleitoral de Portalegre será mais cordial  que a última,  já que Neto da EMATER e Antonino Rêgo, aliados do passado e adversários desde 1996, sempre tiveram um relação de cordialidade/amizade, portanto não creio em ataques pessoais de parte a parte.  Mas não tenho dúvidas, também, que   se houver vai ser  do tipo "bateu, levou".



VEREADORES

 Dentre as maiores coligações,  24 nomes disputam uma das  nove vagas no legislativo. Pela coligação da situação (PP/PMDB e SOLIDARIEDADE) 11 candidatos, dentre eles, os atuais vereadores, Neto do Padre, Dorinha Sá e Afrânio Lucena, tentarão a reeleição, a professora Vera Viana e  Ecimar Carlos,  ambos do PMDB, saem da disputa. Na oposição, DEM/PSDB,  o quadro é praticamente o mesmo, três nomes  tentam voltar e  apenas Marcelo Diogenes  não vai concorrer. O DEM/PSDB tem 13 candidatos.


NOVIDADE...

...na disputa Legislativa, só o nome de Aércio de Lima,  candidato pelo Partido dos Trabalhadores. Ao que parece Aércio  é a alternativa  mais distante do tradicionalismo político de Portalegre. Engajado em movimentos sociais, ele  deve ser o candidato da juventude que comunga com a mesma ideologia.


VICE

O Atual vice-prefeito, Edson Paiva, também  vai concorrer a uma vaga no Legislativo.


SURPRESA ? 

  O ex-vereador e candidato a prefeito  em 2012, José Augusto (DEM) não   aparece  na disputa da Câmara.  Na minha opinião, não é uma surpresa,  mas um mergulho estratégico rumo à 2020.


ALIÁS...

...até eu estou pensando  em 2020, sem pretensão ao  executivo, é claro. Afinal,  já tenho dois votos: o meu e o de  Maeve Pinto. É um começo. Não é, Maeve ?


quinta-feira, 4 de agosto de 2016

SAUDADE

 Hoje chegamos a sete anos sem a presença  física da nossa querida Edilene Jales (foto). O tempo passa rápido e ainda é meio   incrédulo   o fato de que ela está  vivendo do outro lado da vida. Além, é claro,  de viver no nosso coração e nas nossas lembranças.  



AMANHÃ...

... Portalegre conhecerá o candidato do DEM  a Prefeitura. O partido  faz a sua convenção na ACEP, a partir das 08 da manhã.  



HOJE...
  ...muitas especulações nas calçadas da cidade,sobre o provel candidato do DEM, Dentre os nomes  figuravam o do ex-prefeito Antonino Rêgo e do seu irmão Luiz Rêgo. 



 ECO

    Embora eu não acredite que o Senado derrubará o pedido de impeachment, tampouco veja qualquer possibilidade de governabilidade, com o retorno de Dilma, isso em função do congresso que temos, vou continuar fazendo parte do coro que grita:



Do Estadão:


Um pequeno grupo de manifestantes aproveitou a presença de ministros e outras autoridades na inauguração da Casa Brasil, montada pelo governo federal para divulgar o País durante a Olimpíada, para protestar contra a precariedade na saúde e os gastos excessivos com a organização dos Jogos, no Boulevard Olímpico, área de lazer localizado na Praça Mauá, no centro do Rio.


"Sabíamos da agenda dos ministros e viemos. O ministro da Cultura, Marcelo Calero, passou aqui na saída e fomos atrás dele até o MAR (Museu de Arte do Rio). Ele não esperava, porque o ambiente aqui está receptivo para eles", disse a assistente social Amanda Frazão, do Movimento Ocupa SUS.


"Somos trabalhadores, estudantes e usuários organizados para denunciar o estado da saúde pública", afirmou Amanda, que espera repetir o protesto diante do ministro da Saúde, Ricardo Barros, que participou de um seminário na Casa Brasil, depois da inauguração.